terça-feira, 10 de julho de 2012

Policiais Civis do Amazonas váo utilizar tecnologia móvel para consultar dados



PDA's darão agilidade à consulta de registros
A Delegacia Geral de Polícia Civil demonstra hoje a nova tecnologia usada pelos policiais civis em atividades externas. O PDA (Personal Digital Assistant) é um equipamento de acesso portátil e imediato, sobre pessoas e a base de dados criminais na palma da mão.


Entre os objetivos estão intensificar a segurança na comunicação policial, evitando a interceptação das mensagens por pessoas que não são da corporação; bem como o compartilhamento e integração de dados visando melhores resultados no atendimento à população. Os equipamentos adquiridos são de última geração e compatíveis com a rede de comunicação da PM, permitindo, desta forma, o compartilhamento e a integração de dados - que só é possível por meio do sistema digitalizado -, visando melhores resultados no atendimento à população.

A Polícia Civil do Amazonas  vai utilizar como base de informações o Sistema Integrado de Segurança Pública – Sisp, desenvolvido pela Empresa de Processamento de Dados A/S - Prodam. Digitando o nome ou número de RG ou CPF, ou ainda o número da placa do veículo, é possível averiguar a situação do indivíduo com a justiça como ficha criminal, situação do veículo e condutor junto aos dados do Departamento Estadual de Transito do Amazonas – Detran-Am.

Delegado geral Adjunto, Mário Aufiero e o diretor Emerson Negreiros,do DPM:
 Tecnologia a serviço da população
É possível iniciar o registro da ocorrência sem usar a voz pelo sistema de rádio. Esse é o grande ganho. O modelo adquirido e implantado no Estado do Amazonas pela Secretaria da Segurança Pública são os mesmos utilizados pelas forças policiais dos Estados Unidos, Austrália e Canadá, entre outros países onde a comunicação policial é referência.

Os 19 Distritos Integrados de Polícia – DIPs e as 15 Delegacias Especializadas vão receber o equipamento para trabalho de campo com o objetivo de otimizar as investigações da Polícia Civil e reforçar o programa Ronda no Bairro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário